A menina que vira serpente: Lenda do ‘Cemitério Velho’ aterroriza cajazeirenses há anos

Por Fonte83 - 21/08/2023

A cidade de Cajazeiras, assim como qualquer outra cidade de interior no Brasil, tem suas lendas e folclores que são cultuados e respeitados há décadas pela população. Uma delas é a da menina que vira serpente, ou a lenda do Cemitério Coração de Maria, mais conhecido por “Cemitério Velho”, que é o mais antigo da Terra de Padre Rolim.

A história foi passada de geração a geração, e ainda nos tempos de hoje alimenta a curiosidades dos cajazeirenses, principalmente das crianças, que, ao ouvir os relatos, ficam aterrorizadas.

Há a lenda de que esta menina morreu por ter mostrado a língua para a mãe e, como castigo divino, teria virado uma serpente logo após seu sepultamento.

O medo maior de quem acredita na lenda, era que o túmulo se rachasse e a serpente soltasse alguma escama. O detalhe é que se o fato se consumasse, a cidade de Cajazeiras se acabaria.

Algumas pessoas acreditavam, e ainda acreditam na lenda, que se podia escutar o barulho da serpente se mexendo, era só encostar o ouvido no teto do túmulo e ouvia uns ruídos (semelhante àquele produzido pelos búzios).

De acordo com informações de testemunhas do passado, Frei Damião chegou a ser solicitado para uma visita à sepultura da menina. Segundo relatos, sua visita foi realizada em segredo, ao meio dia, tendo em vista que só neste horário poderia fazer a oração, a hora em que Jesus Cristo morreu na cruz. O fato é que após a vinda de Frei Damião, nunca mais se ouviu falar em sons vindo da cova.