Celular de Anderson Torres tem imagem de Lula enforcado e ataques a Alexandre de Moraes

Por Brasil 247 - 18/09/2023

O aparelho celular do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, tem elementos que podem embasar sua condenação por participação na trama golpista, segundo informa o jornalista Paulo Cappelli, do Metrópoles. Um dos achados mais alarmantes foi uma imagem datada de dezembro do ano anterior, que insinuava o enforcamento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus apoiadores durante a cerimônia de posse presidencial. Além disso, o dispositivo guardava material convocando para “concentração nos quartéis” com o propósito de “exigir intervenção federal”, uma expressão que também apareceu em diálogos interceptados de familiares de Mauro Cid.

O celular de Torres também abrigava acusações infundadas de fraudes eleitorais, críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF), com foco no ministro Alexandre de Moraes, e alegações de que este último teria adquirido propriedades com recursos incompatíveis com seu salário de ministro da Suprema Corte. Curiosamente, informações sobre o passatempo de Torres, que é a criação de aves, estavam registradas no dispositivo. Esse hobby chamou a atenção do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que realizou uma operação em sua residência.

A análise revelou uma imagem sugestiva, intitulada “A rampa”, com data de 3 de dezembro de 2022, onde se alegava que os “corruptos comunistas” que supostamente fraudaram as eleições subiriam uma rampa em Brasília construída pelo povo brasileiro, terminando em uma forca. Adicionalmente, o celular continha um folder convocando uma manifestação, dois dias após o segundo turno das eleições, pedindo uma “intervenção federal”. Também foi encontrado um vídeo chamando para protestos com o slogan “Fora Lula” e uma captura de tela de uma postagem no Instagram alegando descarte ilegal de urnas eletrônicas em Porto Alegre após o segundo turno.

 
Fonte: Brasil 247