Ministro do STJ rejeita recurso de Fabio Tyrone contra condenação por agredir ex-namorada; veja decisão completa com exclusividade

Por Fonte83 - 21/09/2023

O ministro Messod Azulay Neto, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), rejeitou nessa quarta-feira (20) o recurso do prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, contra a decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba que condenou o político a 1 ano e 4 meses de prisão, no caso da agressão a ex-namorada e advogada, Myriam Gadelha, em 2018.

“No caso concreto, como se observa, não obstante a intempestividade do pedido probatório pela defesa, o Juiz natural da causa também entendeu pela total inutilidade das diligências, em especial, porque os fatos teriam se dado dentro do carro e no apartamento dos envolvidos, sendo irrelevante provar as atitudes do paciente durante a festa e no trajeto dentro do condomínio após a referida celebração, como forma de defesa”, assinalou o ministro.

O juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da capital, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), sentenciou Fábio Tyrone a um ano, quatro meses e sete dias de detenção, em regime aberto. Além disso, a vítima deverá receber uma indenização de R$ 15 mil.

Segundo documento remetido ao TJPB, no dia 6 de dezembro de 2018, o casal estava em uma festa em João Pessoa quando começaram uma discussão porque o acusado estava reclamando que a mulher havia bebido demais e conversado com muitas pessoas.

Na sequência do relato, a ex-companheira do político relatou que na volta para casa foi agredida com um tapa no rosto. Na residência dela, ainda foi xingada, derrubada no chão e chutada várias vezes. Ela relatou no documento ainda que quando mandou o prefeito embora, foi novamente agredida com um soco no olho.

Veja a decisão completa com exclusividade no Fontecz: